Catedral passa por pintura de conservação

Postado em: 02/03/2018

Iniciaram nesta semana a limpeza e a pintura das fachadas externas da Catedral de Caxias do Sul. As ações objetivam preservar e conservar o patrimônio da Catedral Diocesana, que também pertence à comunidade de Caxias do Sul. Após análises técnicas, o Conselho Paroquial entendeu que seria necessário iniciar de imediato os serviços de conservação e manutenção da parte externa da igreja. 

"A Igreja Matriz de Santa Teresa, atual Catedral de Caxias do Sul, foi inaugurada no ano de 1899. Em 1999, ano em que completou seu centenário, a estrutura interna e externa da edificação passou por uma grande reforma. Com a construção do campanário no ano de 2007, a Igreja recebeu a sua atual pintura. Transcorridos dez anos, a igreja e o campanário receberão cuidados especiais, tanto na limpeza, como na pintura das fachadas externas", explica o pároco da Catedral, padre Oscar Chemello. 

Diante disso, a empresa Killing Tintas, de Novo Hamburgo, desenvolveu um estudo para se constatar qual seria a tinta mais adequada para ser utilizada na edificação histórica. Como premissa, o Conselho Paroquial decidiu manter as mesmas cores em todas as fachadas. A empresa contratada para o trabalho é a GCC Garibaldi, a qual está observando as Normas vigentes para garantir a segurança durante a realização dos serviços. 
As melhorias não envolverão a substituição ou alteração de elementos de valor cultural e artístico existentes no edifício. Os recursos são provenientes da Paróquia da Catedral e das doações obtidas por meio de ofertas dos próprios paroquianos. A previsão é que as obras sejam concluídas em até quatro meses.